21/04/2014
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN, Notas

Wilma diz que Rosalba superfaturou barragem Oiticica

RT

Arquivo Danilo Evaristo

A presidente do PSB, vice-prefeita de Natal Wilma de Faria, declarou que a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), “é mentirosa”, e superfaturou a obra da barragem de Oiticica em cerca de R$ 30 milhões. As palavras de Wilma foram proferidas em entrevista aO Jornal de Hoje, ao abordar as declarações recentes de Rosalba, que afirmou ter herdado o projeto de Oiticica superfaturado do governo Wilma de Faria.

“Ela é mentirosa. Mentira dela sobre a barragem de Oiticica. Cancelei uma licitação que vinha do passado (governos anteriores). Fiz uma licitação que foi a que prevaleceu, inclusive com a mesma empresa, e ela (Rosalba) aumentou R$ 30 milhões na licitação que nós fizemos”, afirmou Wilma.

“Rosalba fica mentindo, e ninguém questiona. Só porque é governadora, ficam paparicando. Tem que investigar. O ex-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) está vivo para contar a história. Os assessores do governo da época dele na área de recursos hídricos também. É só ver a licitação feita na nossa administração. Se houver superfaturamento, foi Rosalba que fez”, contra-atacou Wilma.

Na semana passada, durante evento municipalista na Assembleia Legislativa, Rosalba afirmou que o Tribunal de Contas do União (TCU) identificou superfaturamento da ordem de R$ 30 milhões na obra de Oiticica, uma barragem que servirá como “pulmão” para o sistema de recursos hídricos do Estado, localizada no município de Jucurutu, no Seridó potiguar.

A declaração de Rosalba se deu num contexto de polêmica com o deputado estadual Nélter Queiroz (PMDB), que afirmou, no mesmo evento, que Rosalba  usurpava obras feitas com recursos federais, afirmando que eram feitas pelo governo do Estado, e não pelo governo Dilma Rousseff (PT).

Rosalba disse que o projeto superfaturado foi elaborado no governo Wilma de Faria. “No governo passado, o governo federal fez o convênio, só que na hora de iniciar a obra, o TCU detectou superfaturamento da ordem de R$ 30 milhões. Quando eu assumi, fui desatar esse nó grande. Fui ao TCU muitas vezes para que pudéssemos ter o projeto aprovado, com uma readequação, que corrigia essa distorsão”, disse Rosalba.

Ao defender-se, Wilma declarou que “Rosalba não merece resposta. O que ela precisa é dar resposta ao povo do RN em função do governo que está hoje um caos. E nós temos que encontrar a saída para o estado. E essa união da classe política (aliança dela com o PMDB, o PR e outros partidos) precisa existir para termos um RN melhor de se viver e onde os serviços essenciais funcionem”.

* Jornal de Hoje


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros